America latina tem primeiro ICO apoiado por Venture Capital

Nos últimos anos tem se falado muito sobre novas e inovadoras formas de investimento, principalmente com ecossistemas de startups surgindo em todo o mundo. No entanto, em meio ao hype, pouca atenção vem sendo destinada a alguns desafios que permeiam o modelo comercial de Venture Capital (VC): O montante reduzido de liquidez na saída e a duração do período de liquidez. A Mango startup pretende mudar esta cenário, a medida que se volta para a cadeia de blockchain para responder ao problema de liquidez.

Hoje a Mango Startup anunciou o lançamento do primeiro Initial Coin Offering (ICO) para um fundo de VC na America Latina. A empresa usará a tecnologia blockchain para permitir que os interessados invistam em companhias promissoras de tecnologia. O fundo investirá em um portfólio diversificado de até 24 startups tecnológicas de diferentes países da América Latina. O objetivo é oferecer transparência e liquidez, bem como uma saída clara e estratégica para os investidores.

“Nossa principal missão é democratizar os investimentos de risco e reformular a tradicional indústria de Venture Capital para startups e investidores. Nós agregamos valor às startups e aos investidores através de um caminho comprovado de mentoria e metodologia. Nós fornecemos liquidez, transparência e inclusão no blockchain”, comentou Amid Lebendiker, sócio-fundador da Mango Startup.

Nossa equipe coordena a Latin America Accelerator Network (RETEI). Com mais de 8 aceleradores e mais de mil startups, esta rede promove uma enorme cadeia de empresários talentosos e projetos escalável para serem selecionado. Para minimizar os riscos e maximizar a receita, todas as startups do portfólio precisam seguir esses pré-requisitos.

  1. Formação em um renomado programa de aceleração
  2. Estar no ponto de equilíbrio e no início da fase de crescimento
  3. Fornecer uma plataforma de serviço ou produto que seja altamente escalável em nível global. Somente as melhores empresas receberão investimentos e se tornarão parte do portfólio da Mango Startup (Taxa de aceitação 8%).

Benefícios da tokenização em investimentos de VC

Esta iniciativa permite que os investidores interessados se exponham a uma cartela diversificada de empresas tecnológica de alto potencial, enquanto mantem a liquidez dos investimento desde o primeiro dia.

“Enquanto o crowdsourcing da equidade promove investimentos iniciais para o público, nós esperamos que a Mango Startup, com sua liquidez e inclusão, traga mais e mais pessoas para investir em uma região crescente como a América Latina, enquanto evita que o risco inerente de investir em uma única startup ou ICO”, ressaltou Fernanda Arrila, CEO da Mango Startup. O token baseado em Ethereum será disponibilizado em exchanges de criptomoedas após o término do ICO.

A Mango Startup será lançada no dia 1˚ de março de 2018,  (junte-se para obter um desconto de 33%). Para mais informações ou para participar do crowdsale acesse www.mangostartups.com

Telegram: https://web.telegram.org/#/im?p=@MangoStartups
Twitter: https://twitter.com/MangoStartups
Website: https://www.mangostartups.com/

* Disclaimer: Esse é um anúncio publicitário. Todo o conteúdo é de responsabilidade do anunciante.

 

 

Por Mango Startup

Fonte: https://criptoeconomia.com.br/america-latina-tem-primeiro-ico-apoiado-por-venture-capital/

 

 

Comentários

Comentários