Deputados brasileiros articulam criação de frente parlamentar em defesa à criptoeconomia

Ganhando cada vez mais relevância no Brasil, a criptoeconomia está prestes a ganhar novos aliados em Brasília. Um grupo de deputados deu início à criação da Frente Parlamentar Mista de Blockchain e Ativos Digitais, que já conta com o apoio de diversos parlamentares, entre eles os deputados Goulart (PSD-SP), atual presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados e responsável pela iniciativa.

“ESTAMOS DIANTE DE UMA NOVA PERSPECTIVA ECONÔMICA E TECNOLÓGICA E O LEGISLATIVO TEM DE ESTAR PREPARADO PARA LIDAR COM ISSO. ESSA FRENTE VAI FOMENTAR O DEBATE, TRAZER PERSPECTIVAS, DISCUTIR O QUE OUTROS PAÍSES VÊM FAZENDO EM TERMOS DE REGULAÇÃO. É UM MERCADO MUITAS VEZES ESTIGMATIZADO, MAS NÃO PODEMOS CORRER O RISCO DE ESTRANGULAR A INOVAÇÃO”, DISSE GOULART.

A iniciativa conta com o apoio da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain (ABCB). Criada em abril, a entidade tem buscado o diálogo com autoridades do mercado, como a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

“A frente parlamentar surge como um centro de convergência de informação, discussão e proposição sobre a Criptoeconomia e a tecnologia Blockchain. Em meio aos grandes desafios das novas tecnologias, à frente parlamentar caberá traduzir e equilibrar os anseios da sociedade e as exigências da regulação”, disse o presidente da ABCB, Fernando Furlan, que já foi presidente do Cade.

O deputado Daniel Coelho (PPS-PE) vê na iniciativa uma forma de defesa do livre mercado.

“PRECISAMOS NOS PROTEGER DE AÇÕES QUE VENHAM A INVIABILIZAR ESSA NOVA ECONOMIA. A CRIPTOECONOMIA VEIO PARA FICAR, O MUNDO ESTÁ CAMINHANDO NESSA DIREÇÃO”, COMENTOU.

Já a deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), que também integra a nova frente parlamentar, acredita que os congressistas precisam estar preparados para fomentar essa nova indústria.

“A CRIPTOECONOMIA PODE SE TORNAR TÃO IMPORTANTE COMO A INVENÇÃO DA INTERNET. HÁ MUITAS EMPRESAS QUE JÁ TRABALHAM LEGALMENTE NO PAÍS E DEMONSTRARAM ALTO SENSO DE RESPONSABILIDADE, INCLUSIVE COM BOAS PRÁTICAS ADOTADAS DO MERCADO FINANCEIRO, UM DOS MAIS REGULADOS”, DISSE A DEPUTADA, QUE É SEGUNDA SECRETÁRIA DA MESA DIRETORA DA CÂMARA.

 

 

Por Cassio Gusson

Fonte: https://www.criptomoedasfacil.com/deputados-brasileiros-articulam-criacao-de-frente-parlamentar-em-defesa-a-criptoeconomia/

Comentários

Comentários