Facebook proíbe anúncios de Bitcoin e ICOs em suas plataformas

O gigante das redes sociais, o Facebook divulgou uma nova política que bane as propagandas que envolvem ofertas de Bitcoin e dos Initial Coin Offerings, os ICOs.

Rob Leathern, diretor de gerenciamento de produtos da empresa, escreveu para um blog, na última terça-feira, que a nova política atinge “anúncios que promovem produtos e serviços financeiros que estão, frequentemente, associados a práticas promocionais enganosas ou depreciativas como opções binárias, ofertas de ICOs e de criptomoedas”.

Leathern ainda afirma que “Nós queremos que as pessoas continuem a descobrir e aprender sobre novos produtos e serviços através de anúncios do Facebook sem medo de golpes ou decepções. Dito isto, existem várias companhias que estão anunciando opções binárias, ICOs e criptomoedas que, atualmente, não estão operando em boa fé”.

A maioria dos usuários da mídia social provavelmente encontrou anúncios de ICOs, incluindo aqueles que prometem rendimentos promissores com investimentos bem altos, bem como bônus para participações precoce.

Política do Facebook pode ser revista

Esses anúncios, argumentou Leathern, estão sendo analisados como parte de uma política, em desenvolvimento, contra atividades fraudulentas no site.

Leathern acrescentou que a medida se estende para outras plataformas sob a administração do Facebook, incluindo o popular aplicativo de compartilhamento de fotos, o Instagram. Ele pondera que a política pode sofrer alterações no futuro, embora ele não ofereça nenhum tipo de cronograma a respeito.

“Esta política é intencionalmente abrangente enquanto trabalhamos para melhor detectar práticas publicitárias enganosas e maliciosas. Dessa forma a implementação da medida será implementada em nossas plataformas incluíndo o Facebook, o Audience Network e o Instagram”, escreveu ele. “Podemos rever esta política e seu encaminhamento à medida que nossa percepção melhorar”, finalizou.

 

Por  

Fonte: https://criptoeconomia.com.br/facebook-proibe-anuncios-de-bitcoin-e-icos-em-suas-plataformas/

 

Comentários

Comentários