Manifesto

O mundo está mudando exponencialmente e a advocacia não vai ficar de fora. Tudo está acontecendo de maneira célere e quem não se adaptar vai ser mandado para o museu junto com a máquina de escrever, o videocassete e o walkman.

A sobrevivência profissional exige uma mudança de paradigma, de modelo mental e da própria essência. Como tornar o mercado jurídico mais eficiente com o uso de tecnologia? Como permitir que profissionais que lidam com interesses de indivíduos e corporações deixem de fazer funções burocráticas e ganhem tempo para refletir as questões dos novos tempos? Como ajudar na formação dos futuros profissionais das áreas jurídicas, que em meio a mais de 1240 instituições no Brasil não têm ideia do que será o novo mercado?

Foi pensando nisso que diversas LawTechs e LegalTechs — empresas de tecnologia focadas no mercado jurídico — criaram a AB2L. O objetivo é criar um espaço de diálogo entre as empresas de tecnologia, os advogados, os escritórios de diferentes portes, os departamentos jurídicos e as instituições jurídicas existentes. Almeja-se incentivar as boas práticas e contribuir com esse momento de grandes transformações tecnológicas: a quarta revolução industrial.

Estamos muito entusiasmados com a boa recepção do mercado em relação ao nosso movimento. Acreditamos que ninguém é melhor que um advogado para atuar em defesa dos interesses de outro ser humano. E isso não vai acabar no futuro tecnológico, muito pelo contrário, só tende a se expandir. Por outro lado, funções repetitivas, que não impõem nenhum desafio intelectual, podem e devem ser executadas por softwares. A existência da AB2L tem tudo para valorizar a posição do advogado, permitindo que os profissionais foquem nos desafios relevantes da modernidade.

Esperamos contar com todo o ecossistema jurídico nessa empreitada e disseminar essa consciência das diferentes camadas do mercado.

A tecnologia pode e vai contribuir muito com o cotidiano dos advogados!

Nossa missão é levar os advogados para o futuro e, quem sabe um dia, também para Marte com a SpaceX.