População do Chile deve relatar ganhos com criptomoedas à Receita Federal

A group of fans of Chile cheer for their team

Os contribuintes chilenos devem relatar seus lucros com criptomoedas ao Serviço de Receitas Internas do Chile (SII), órgão equivalente à Receita Federal no Brasil, informou o jornal local Diario Bitcoin, recentemente.

O SII decretou em 2018 que as moedas digitais não estavam sujeitas ao Imposto sobre Valor Agregado (IVA), mas ainda deviam ser consideradas no cálculo do imposto de renda anual, pois elas enquadram-se na definição de ativos intangíveis.

Devido à essa consideração, o formulário de imposto de renda dedicado 22 incluirá, segundo relatos, pela primeira vez, uma seção especial dedicada a “outras receitas próprias e / ou de terceiros de empresas que declaram sua receita efetiva e não a declaram integralmente, atribuído…”

O Diario Bitcoin relata que, embora não seja explicitamente declarado no formulário, uma declaração do SII divulgada no final de 2018 observou que os contribuintes devem relatar sua renda adquirida com a venda de moedas estrangeiras e criptomoedas na seção acima mencionada.

Como a Cointelegraph informou no início deste mês, o tribunal anti-monopólio chileno novamente concedeu proteção às exchanges locais de criptomoedas, forçando os bancos a manterem suas contas abertas.

 

Por  Amanda Bastiani

Fonte: //www.criptomoedasfacil.com/populacao-do-chile-deve-relatar-ganhos-com-criptomoedas-a-receita-federal/

Comentários

Comentários