SaaS e big data para algoritmos ficam com fatia do orçamento de TI

As despesas mundiais de TI deverão totalizar US$ 3,7 trilhões em 2018, equivalente a um aumento de 4,5% em relação a 2017, de acordo com sua pesquisa global feita pelo Gartner. “O crescimento global das despesas de TI começou a mudar em 2017, com o crescimento contínuo esperado para os anos seguintes. No entanto, a incerteza surge quando as organizações consideram os potenciais impactos do Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia), as flutuações cambiais e uma possível recessão global”, diz John-David Lovelock, Vice-Presidente de Pesquisas do Gartner.

“Apesar da incerteza, as empresas continuarão a investir em TI à medida que antecipam o crescimento da receita, mas seus padrões de gastos mudarão. Projetos em Negócios Digitais, Blockchain, Internet das Coisas (IoT) e o avanço do Big Data para algoritmos, para Aprendizado de Máquina (Machine Learning) e para Inteligência Artificial (IA) continuarão a ser os principais drives de crescimento”, completa o especialista.

Segundo o levantamento da consultoria,software corporativo continua apresentando um forte crescimento com as despesas mundiais projetadas para um crescimento de 9,5% em 2018, chegando a 8,4% em 2019, com um total de US$ 421 bilhões. Espera-se que as organizações aumentem os gastos com sistemas de gestão corporativa em 2018, com uma parte do orçamento mudando para o modelo Software como Serviço (SaaS).

Não por acaso, pontua a consultoria, a crescente disponibilidade de soluções baseadas em SaaS vai incentivar novas adoções e despesas em muitas subcategorias, tais como sistemas para gerenciamento financeiro, gerenciamento de capital humano e aplicações analíticas (Analytic Applications).

“Capturar o potencial valor de negócio exigirá investimentos, especialmente quando se procura redução de custos a curto prazo. Os gastos com Inteligência Artificial para melhorar a experiência dos clientes e a geração de receita provavelmente beneficiarão o crescimento do setor de IA, como um multiplicador de força. Os custos de implementação serão superados pelos efeitos positivos de rede e, consequentemente, pelo aumento de receita”, completa o analista do Gartner.

 

Por Convergência Digital

Fonte: http://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=47258&sid=97

Comentários

Comentários