Tecnologia Blockchain avança para as firmas de advocacia e corretoras de imóveis

A maior empresa de propriedade comercial e investimento do Reino Unido disse que o blockchaindesenvolverá um papel absolutamente importante para seus negócios.

A Land Seciruties Group (ou Landsec), possui e gerencia milhares de propriedades comerciais. Desde escritórios em Londres e lojas de rua até shoppings centers e outlets. É proprietária também dos anúncios Piccadilly Lights no Piccadilly Circus, na capital inglesa.

Em uma entrevista para a CNBC, Robert Noel, CEO da Landsec, foi questionado se o blockchain seria usado pela empresa. Ele disse:

“Absolutamente…Se você olhar para o que fornecemos, que são serviços para empresas geridos por contratos; qualquer coisa que acelere a arcaica lei de terras e arrendamentos será bem vinda”

Com o uso da tecnologia nos serviços da Landsec isto poderia ajudar a acelerar os processos, particularmente aqueles que requerem a assinatura de contratos e uma grande quantidade documentos impressos. Por sua vez, ajudaria a diminuir o tempo de ida e volta da papelada entre partes variadas, já que através do blockchain cada parte envolvida teria acesso a uma copia imutável do acordo.

Dessa forma, o contrato seria executado automaticamente quando cada parte completasse sua função no processo. Noel afirma, no entanto, que a tecnologia não reduziria o número de advogados da companhia.

Blockchain é o futuro?

Hoje em dia, a medida que o livro contábil ganha destaque em uma variedade de indústrias e em vários casos de uso, as empresas estão percebendo os benefícios que o blockchain pode proporcionar. Tanto que escritórios de advocacia estão experimentando a tecnologia para determinar seus impactos nos processos manuais que eles atualmente realizam.

Em fevereiro, foi relatado que uma firma de advogados associados em Nova York estava investigando a possibilidade do Blockchain eliminar muitas das etapas necessárias para a execução de contratos inteligentes. O escritório Hogan Lovells, analisou como a tecnologia poderia executar acordos automaticamente sem intervenção humana, liberando, assim, o tempo dos advogados.

Enquanto o livro contábil está fornecendo a resposta para muitas companhias, este fato poderia significar o fim das firmas corporativas como as conhecemos? Talvez. Em junho passado, a Allens, uma das maiores firmas da Austrália, enviou um relatório para seus clientes informando que o futuro do modelo de negócios com o qual os advogados se beneficiam, muitas vezes devido a falta de confiança entre as organizações que trabalham umas com as outras, estava ameaçado por computadores. E essa ameaça se traduz no blockchain.

Por 

Fonte: CCN

Comentários

Comentários